Você já conhece o funcionamento do Sistema de Energia Fotovoltaica?

 

Atualmente, o sistema de Energia Solar vem ganhando força entre os brasileiros. A produção de energia própria através de geradores solares é crescente devido à redução significativa de gasto em 70 a 90% na conta de luz, além de ser uma opção que contribui ativamente com a sustentabilidade, por não poluir o meio ambiente.

O funcionamento da produção de Energia Solar acontece devido à reação que ocorre nos módulos solares. No sistema de geração de energia fotovoltaica, existem três tipos de módulos: os Monocristalinos, Policristalinos e Filme Fino, que são compostos por silício. Os mais usados são os citados primeiramente, apesar de existirem outras variações que possuem valores não atrativos para o mercado brasileiro.

O Sistema Fotovoltaico funciona quando as células dos módulos captam a luz/fóton (radiação solar) e transformam em eletricidade de Corrente Contínua CC. Neste ponto utilizamos os inversores, que podem ser considerados como o cérebro do sistema, pois desempenha o papel de transformar essa corrente continua em Corrente Alternada CA. Corrente continua temos o exemplo das baterias, pilhas, entre outros equipamentos, já a corrente alternada temos de exemplo nosso eletrodomésticos, como: geladeira, televisão, máquina de lavar, entre outros equipamentos.

A partir do momento em que essa energia é gerada e houver consumo, ou seja, gasto de energia, o inversor enviará a energia para o quadro de distribuição (QDG). Porém, se não houver o gasto de toda a energia gerada, ele irá injetar na rede da distribuidora o excedente. Conforme a resolução normativa criada pela Aneel nº482 de 2012, a energia produzida em kWh não utilizada será injetada na rede da concessionária que registrará a produção de energia excedente pelo medidor bidirecional. Após esse processo o consumidor passa a ter um credito com a concessionária local em kWh com uma validade de 60 meses (5 anos) para utilizar. Esse sistema é o mais usado e é conhecido como sistema On-Grid (Sistema conectado a rede).

Existem facilidades para o financiamento da mesma e o retorno do investimento é gradativo, podendo ser recuperado em um período curto de tempo. A tecnologia vem ganhando espaço no nosso país, sendo hoje, a melhor opção para geração de energia limpa e maior economia a ser investida.

Nos acompanhe nas redes sociais:

Linkedin
Facebook 
Instagram